Endoscopia

slider

A Endoscopia Digestiva Alta consiste num método de investigação de doenças do esôfago, estomago e duodeno através de um tubo flexível introduzido pela cavidade oral. Esse instrumento permite visualizar a mucosa (revestimento interno) do tubo digestivo alto (esôfago, estômago e duodeno) e realizar detalhada avaliação, assim como coletar material ou mesmo realizar pequenas cirurgias.
Possibilita ao médico investigar vários sintomas como halitose, azia, refluxo alimentar, queimação no estômago, dor abdominal, náusea, vômitos, emagrecimento, perda de apetite dentre outras queixas.
Além de realizar o diagnóstico com precisão, possibilita o tratamento de várias patologias como a remoção de pólipos, o tratamento de varizes esofagianas e gástricas, a retirada de corpo estranho, dilatação de segmentos estreitados e colocação de balão intragástrico para tratamento de obesidade.
Importante ressaltar que é uma exame seguro, de fácil execução, rápido, com duração de aproximadamente 5 a 10 minutos, realizado em caráter ambulatorial na maioria da vezes.

Indicações – Sempre é um critério médico a solicitação da endoscopia. Existem inúmeras indicações, porém as principais são:

- Dores abdominais, náusea, vômitos e dificuldades de engolir
- Descobrir causas de sangramentos do trato gastrointestinal
- Detectar inflamações, úlceras e tumores
- Diagnosticar a presença de Helicobacter Pylori, uma bactéria que causa gastrites e úlceras e raramente câncer.
- Tratamento de diversas doenças, como dilatação de áreas estreitadas, interromper sangramento de úlceras, ocluir varizes no esôfago e retirada de tumores benignos e malignos, com pouco ou nenhum desconforto.